Seja bem-vindo ao Taylor Lautner Brasil, sua primeira, maior e melhor fonte brasileira sobre o ator Taylor Lautner, conhecida por dar rosto ao Jacob na saga Crepúsculo. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos artísticos, assim como notícias, fotos e vídeos de sua vida pessoal e profissional. Esperamos que goste e volte sempre!

00000001

Taylor Lautner cedeu uma entrevista ao site ”Wonderwall.com”, durante a conferência do filme ‘Run The Tide’, ele contou tudo sobre como foi desafiador e assustador para aceitar esse papel, além de abrir seu coração e falar sobre sua relação com sua irmã mais nova e a lembrança de viagem que mais marcou sua vida. Confira a entrevista completa:

ENTREVISTA AO WONDERWALL:

Prepare-se para o papel mais assustador de Taylor Lautner! Não, não é o terror/comédia Scream Queens ou outro confronto entre vampiros e lobisomens. O ator de Twilight aparecerá em seu primeiro grande papel de protagonista em um drama em Run The Tide, que já está nos cinemas e também é encontrado em On Demand. No filme, o ator de 24 anos, é um jovem que é encarregado de criar seu irmão mais novo, enquanto sua mãe cumpre uma sentença de prisão. Quando ela é liberada, Rey sequestra seu irmão e cai na estrada para a Costa da Califórnia, em vez de entregá-lo.

Wonderwall.com encontrou-se com o Taylor a caminho do lançamento para obter o porquê o projeto “aterrorizou” ele, como ele canalizou seu relacionamento com sua irmã mais nova para dar vida ao Reymond. O que ele tentou ensiná-la sobre ser (des)agradável, por que ele não tem certeza do que o aguarda futuramente e muito mais. Continue lendo…

 

Taylor sobre por que ele quis fazer Run The Tide: Quando eu comecei a ler o roteiro, fiquei imediatamente atraído por ele. Eu podia apenas sentir que o escritor tinha colocado seu coração naquele projeto, é baseado em fatos de sua vida. Eu simplesmente me apaixonei pelo personagem, todos os personagens e suas viagens. E eu sabia que seria extremamente desafiador para mim e muito diferente de tudo que já fiz. Para ser honesto, me assustou dizer sim para esse papel, eu não tinha certeza se seria capaz de fazê-lo. Mas isso foi o que me atraiu para ele. Então eu só segurei minha respiração e fui.

 

Por que é importante assumir papeis que o desafiam: Você nunca vai crescer e descobrir coisas sobre si mesmo se você não se desafiar e apenas ficar em sua zona de conforto. Eu descobri recentemente que nos últimos dois anos eu tenho escolhido coisas que me assustam, e no final das filmagens de cada um desses projetos, eu estou muito mais completo como pessoa e como ator do que qualquer outra coisa que eu tenha feito antes.

 

Sobre experimentar com diferentes gêneros: Não é realmente uma estratégia. Mas eu achei muito prazeroso fazer algo tão diferente do que eu já fiz antes. Então quando eu tive a oportunidade de fazer uma séria Britânica muito legal, chamada Cuckoo, com uma ideia diferente do normal, um cara que vive no mundo da lua, foi estranho no começo. Mas quando eu aceitei, foi umas das melhores coisas. E com essa experiência, fui capaz de fazer o filme “Ridiculous 6” e “Scream Queens”. O mundo da comédia era algo muito novo para mim, mas definitivamente eu pude aprender muito mais sobre mim do que já conhecia. Para o futuro, eu não sei. Realmente não sei. Eu sinto que você não sabe de nada do que vai fazer em seguida até receber a proposta. Em seguida, instantaneamente você sabe que uma vez que você se deparar com ele, pode dizer: é exatamente isso que quero fazer. E realmente, eu não tenho certeza.

 

Sobre expor sua própria experiência em ser irmão mais velho em Run The Tide: Essa é a maior coisa que eu poderia falar: o relacionamento de Reymond e Oliver. Meu personagem é essencialmente uma figura paterna para Oliver, ele sacrificou metade de sua vida criando-o. Felizmente, não tive que fazer isso com minha irmã mais nova, porque temos dois pais incríveis. Somos muitos próximos e eu sou extremamente protetor com ela. Nós passamos por muita coisa juntos, então, sim, meu relacionamento com ela é uma das melhores coisas que eu poderia usar para dar vida ao relacionamento entre Rey e Oliver.

 

Sobre as importantes lições que ele tentou passar para sua irmã de 18 anos: Eu provavelmente daria  conselho sem saber. Ela recentemente terminou seus anos de escola secundária, e ela, como qualquer outra pessoa, tem que lidar com a pressão dos colegas ou dos grupos escolares, e com coisas consideradas além do legal. E eu sempre falo: Makena, as coisas que são consideradas legais no ensino médio, não serão legais para o resto da sua vida. Pode parecer estanho para você agora e provavelmente não vá acreditar em mim, mas os caras legais da escola ou as outras pessoas que pensam que são legais e fazem coisas estúpidas, não serão legais no resto da vida deles. Não vale a pena. Eu era aquele irmão irritante, ela provavelmente não queria ouvir isso.

capture-20161205-020941-crop

Sobre a viagem mais memorável: Nós não éramos uma família grande caindo na estrada, mas uma que me lembro, que é uma grande parte da minha vida, foi quando nos mudamos de Michigan para Los Angeles para eu seguir a carreira de ator. Eu acho que eu tinha 12 anos de idade e fizemos uma viagem pela estrada para fora de Michigan. Nós empacotamos tudo em um caminhão e dirigimos através do país até Los Angeles. Em questão de quatro ou cinco dias e meio que fizemos uma viagem, porque paramos em algumas cidades. Foi uma espécie de viagem monumental para a família.

 

Sobre seu filme de viagem favorito: Tommy Boy (Mong e Lóide). Ele é considerado um filme de viagem, certo? Então, absolutamente.

 

Via: Wonderwall.com

postado por Dayany Marques no dia 05.12.2016
comente a postagem!